IMG_20190726_164357_0.jpg

Roma pass: Vale realmente a pena?

Quase todas as grandes cidades do mundo, que recebem muitos turistas, vendem algum tipo de “City Pass”. Geralmente um cartão que dá direito a usar qualquer tipo de transporte público e/ou incluem uma combinação de museus e atrações turísticas, além de quase sempre oferecer o “fast pass” (furar a fila) nas atrações mais movimentadas da cidade.  Com Roma não seria diferente, e um dos cartões disponíveis é o Roma Pass.

O Roma Pass tem duas versões, a de 48 horas, que dá direito a dois dias de transporte público ilimitado e entrada gratuita no primeiro museu ou sítio arqueológico que você visitar (veja a lista das opções aqui) e desconto na entrada das demais atrações. Custa € 28,50.

A outra versão, a de 72 horas, custa € 38,50, e dá direito a três dias de transporte público ilimitado e entrada gratuita para as duas primeiras atrações que você visitar  e desconto na entrada das demais atrações.

 

Sabia que o Seguro Viagem para a Europa é obrigatório? Compare seu seguro com as melhores operadores do mercado e tenha 5% de desconto com o cupom DECOLAGEM5.

 

Mas será que vale a pena comprá-lo?

Durante a viagem, nosso tempo é precioso. A última coisa que nós queremos é desperdiçar horas em uma fila. 

Nós visitamos Roma em Março. Mesmo em Março, considerado baixa estação, a fila para o Coliseu e Museus do Vaticano eram filas gigantescas. Estamos falando de pelo menos duas horas de espera (ou mais) só para entrar.

Fila em frente ao Coliseu. Fonte: Straitstimes.com
Fila em frente ao Coliseu. Fonte: straitstimes.com

Utilizamos o Roma Pass no Coliseu, já que o mesmo não abrange ainda o Museu do Vaticano (veja como comprar o ingresso do Museu do Vaticano e também furar a fila, clicando aqui). 

No Coliseu, existe uma fila separada das demais exclusiva para o Roma Pass (uma maravilha). Entramos em questão de minutos. Lembrando que o mesmo ingresso do Coliseu também vale para o Foro Romano e Monte Palatino.

Foro Romano. Entrada com o mesmo ticket do Coliseu.
Foro Romano. Entrada com o mesmo ticket do Coliseu.

Como falado anteriormente, o Roma Pass também oferece acesso ilimitado gratuito ao sistema de transporte público de Roma. É só subir no ônibus ou entrar no metrô e pronto. Lembre-se que, ao usar seu cartão pela primeira vez no transporte, o tempo começará a marcar seu limite de 48 ou 72 horas, conforme a sua versão.

 

Mas vamos as contas…

roma-pass-48-hours

Versão Roma Pass 48 horas

O ticket de transporte ilimitado por 48 horas em Roma custa €12.50. O ingresso para o Coliseu custa €12. Total €24,50. 

Como falado, o custo do Roma Pass 48 horas é €28,00. Diferença de 3,5 euros.

roma-pass-72-hours

Versão Roma Pass 72 horas

O ticket de transporte ilimitado por 72 horas em Roma custa €18. O ingresso para o Coliseu custa €12  e o Museu Nacional Romano (uma das opções que o ticket dá direito) custa €10. Total € 34,50. 

O custo do Roma Pass 72horas é €38,50. Diferença também de 4 euros.

IMPORTANTE: Desde 1º de Março de 2019, é necessário agendar o acesso ao Coliseu para os portadores do Roma Pass, através do site oficial (clique aqui https://www.coopculture.it/en/colosseo-e-shop.cfm ). É cobrado mais 2 euros por esse agendamento. 

Com essa nova etapa para acesso ao Coliseu (ter que reservar antecipadamente online), um dos maiores benefícios do Roma Pass, que era não precisar agendar a visita ao lugar mais visitado de Roma, foi por água abaixo. Dessa forma, você pode agendar o horário do Roma Pass pelo site oficial pagando mais 2 euros ou realizar a compra do próprio ticket do Coliseu (através do site oficial) e comprar o daily pass do transporte público à parte. Ao comprar o ticket pela internet também é cobrado uma taxa de 2 euros + IOF.

Mercati di Traiano. Uma das opções do Roma Pass.
Mercati di Traiano. Uma das opções do Roma Pass. Fonte: mercatiditraiano.it

Tenha em mente seu objetivo para escolher corretamente. Se você deseja usufruir dos descontos e furar a fila das outras atrações que o Roma Pass oferece além dos tickets inclusos (1 ou 2 dependendo da versão), o Roma Pass valerá a pena.

Caso seu objetivo principal seja apenas furar a fila do coliseu e usufruir do transporte público, melhor comprar separado.

IMPORTANTE 2: Se você está viajando com crianças abaixo de 10 anos, esqueça o Roma Pass ou equivalentes. Isso por que as crianças abaixo de 10 anos viajam de graça nos transportes públicos quando estão juntas de pessoas que tem o Daily Pass do transporte público. Ou seja, se comprar o Roma Pass, estará perdendo dinheiro.

Museo Nazionale di Castel Sant’Angelo. Uma das opções de entrada do Roma Pass.
Museo Nazionale di Castel Sant’Angelo. Uma das opções de entrada do Roma Pass.

Veja onde comprar o Roma Pass:

Você pode comprar em qualquer um dos museus / atrações incluídos no ticket. Basta informar na bilheteria que deseja comprar o Roma Pass, que eles lhe entregam e já validam para a primeira atração. Você também pode comprá-lo em qualquer posto de informação turística da cidade de Roma. Na Estação de trens Termini, por exemplo, tem uma. 

Posto de Informação Turística de Roma. Fonte: romatermini.com
Posto de Informação Turística de Roma na Estação Termini. Fonte: romatermini.com

Existe a opção de comprar o Roma Pass online, mas você terá que buscá-lo em algum ponto de informação turística do mesmo jeito. Eles não enviam via correios, você não pode simplesmente imprimi-lo e ainda paga IOF. Ou seja, não vale nem o estresse de comprar online.

Veja nossos outros posts sobre Roma e o Vaticano:

Como reservar o ticket para a audiência com o Papa

Como comprar o ingresso do Museu do Vaticano e furar a fila

Roteiro no Vaticano, audiência com o Papa, Museus e Basílica de São Pedro