IMG-20181209-WA0046-01.jpeg

Bate e volta de Bangkok – A espetacular Ayutthaya, na Tailândia

 

A cidade histórica de Ayutthaya, na Tailândia, patrimônio mundial da humanidade pela UNESCO, fundada em 1350, foi a segunda capital do reino de Sião, se tornando uma das maiores e mais cosmopolitas áreas urbanas do mundo e um centro de diplomacia e comércio global à época. Foi governada por 35 reis diferentes, por mais de 400 anos. Em 1760 chegou a ser a maior cidade do planeta, chegando a ter mais de um milhão de habitantes.

A cidade foi atacada e arrasada pelo exército birmanês em 1767, que incendiou a cidade e obrigou os habitantes a abandoná-la. A cidade nunca foi reconstruída e permanece hoje como um extenso sítio arqueológico. Neles são encontradas ruínas de torres e mosteiros budistas, de proporções gigantescas, que dão uma ideia do tamanho da cidade no passado e o esplendor de sua arquitetura.

Tá planejando uma viagem para a Tailândia? Não esqueça de contratar seu seguro viagem. Compare seu seguro com as melhores operadores do mercado e tenha 5% de desconto com o cupom DECOLAGEM5.

Se só de olhar as imagens deste lugar você já se corrói de curiosidade para visitar e desbravar, imagine após conhecer a história e magnitude que esta cidade teve no tempo que era a maior cidade do planeta. De fato, o lugar é incrível, cada templo visitado nos leva a um lugar no nosso imaginário da época. O melhor é que para chegar a Ayutthaya é super fácil, ela se localiza a 80 km de Bangkok e podemos utilizar ônibus, carro, moto, barco ou trem.

Escolhemos utilizar o trem, pela praticidade e preço. Ou seja, custo benefício certo.

Estação de Trem Central de Bangkok (fonte: baolau.com)
Estação de Trem Central de Bangkok (fonte: baolau.com)

Como já tinhamos usado a estação de trem (Hua Lamphong Railway Station) pois também funciona como parada do metrô para o centro de Bangkok, não tivemos dificuldade de chegar a estação. Usamos o metrô e paramos na estação Hua Lamphong Metro Station (de mesmo nome da estação de trem). Os horários para Ayutthaya são bastante variados e as classes também. Existe saída de trem de 30 em 30 minutos aproximadamente (os horários não são certinhos) e as classes variam de primeira à terceira classe.

Horário dos Trens de Bakgkok para Ayutthaya. ( fonte train36.com)
Horário dos Trens de Bakgkok para Ayutthaya. ( fonte train36.com)

Os trens comuns (ordinary trains) são os mais baratos, como eles são os mais lentos, custam apenas 15 Bahts o bilhete de terceira classe. Os trens rápidos (rapid trains) são um pouco mais rápidos que os comuns e custam 45 bahts para a terceira classe e 65 bahts para a segunda classe. Já os trens expressos (express trains) vêm com ar-condicionado a partir da segunda classe custando 245 bahts. Por fim, ainda há o Special Express DRC, que é o trem mais rápido e mais caro, onde os assentos com ar-condicionado de segunda classe custam a partir de 345 bahts.

Interior da estação de trem
Interior da estação de trem

 

Plataforma da estação de trem.
Plataforma da estação de trem.

Escolhemos ir na terceira classe no trem comum o q nos custou apenas 15 baths, o equivalente a 1,50 reais. Pelas imagens dá para ver que não há desconforto, ainda mais avaliando o custo em relação a pequena distância. Após iniciar a viagem, a gente observa que vale muito a pena experienciar como os ‘locais’ vivem, nesse curto período de tempo, vimos um pouco mais do verdadeiro Tailandês.

 

Ticket da terceira classe do trem comum
Ticket da terceira classe do trem comum

 

Terceira classe do Ordinary Train para Ayutthaya
Terceira classe do Ordinary Train para Ayutthaya

 

Descemos na estação de trem de Ayutthaya (não há nenhum aviso no trem sobre as paradas, mas pode perguntar a qualquer nativo que eles lhe ajudam e lhe informam a parada correta) e logo no hall de entrada compramos o passeio de tuk tuk para Ayuthaya por 500 bahts (após muita negociação), equivalente a 60 reais, por um passeio de um período, o que daria pra conhecer entre 5 e 6 templos.

Mapa dos templos de Ayutthaya (fonte: patricklepetit.jalbum.net)
Mapa dos templos de Ayutthaya (fonte: patricklepetit.jalbum.net)

O tuk tuk que contratamos era de um casal, super solícitos, e apesar de não saberem uma palavra em inglês mas a famosa mímica não falha! Conseguimos nos comunicar pelo mapa, apenas apontando onde queríamos ir. Outro ponto a se destacar é que passear no tuk tuk já é uma aventura por si só e aqui passamos por dentro da cidade e pegamos autovias, o que já nos rendeu umas boas gargalhadas.

 

Não sabemos se sorte ou azar, o tempo estava bem ensolarado, o que facilitou a ida a vários dos templos, apesar desse mesmo dia ensolarado fazer com que cada passo fosse equivalente a um quilometro. kkkkkkkkkkkk

Reserve seu hotel em Bangkok pelo Booking.com e garanta o melhor preço

Conhecemos cerca de 6  templos no total, e os templos são enormes. Você não precisa se apressar, pois o tuk tuk te espera do lado de fora dos templos e você fica bem à vontade para conhecer cada detalhe, além, claro, de fazer seu book de fotos. No carro eles dispõem de guarda sol para dias quentes como esse, e obviamente que usamos muito.

Os templos que visitamos foram:

  • Wat Phra Si Sanphet
  • Wat mahathrat
  • Wat hatchaburana
  • Wat yai chai mongkol
  • Wat chai watthanaram
  • Wat Lokkayasutharam

 

Os templos que visitamos nos levaram a questionar por que os budas, na sua grande maioria, não tinham cabeça. Isso se explica porque na invasão dos birmaneses o comando foi decapitar todas as estátuas em sinal de desrespeito pela cultura e religião dos conquistados.

A experiência de conhecer a Ásia se diferencia de qualquer outro lugar que já tenhamos ido, pois a diferença de cultura é radical. A religiosidade das pessoas é algo que nos impressiona.

Os templos, sejam eles novos, antigos ou ruínas são de um valor imenso para eles. Não há um templo que entremos e não tenham orientais fazendo suas preces. As grandes torres Estupa (ou Chedi), abrigam cinzas de reis mortos e relíquias do Buda. Os templos eram usados para grandes cerimônias reais. Dessa forma saber um pouco mais do local que você irá visitar traz a você um olhar diferenciado e uma experiência mais profunda.

Buda reclinado em Ayutthaya
Buda reclinado em Ayutthaya

A fotografia da cabeça do Buda entrelaçada dentro das raízes de uma árvore é uma das imagens mais famosas da Tailândia. Ninguém sabe ao certo como a cabeça de Buda se entrelaçou nas raízes da árvore. Uma teoria sugere que a árvore simplesmente cresceu ao redor da cabeça do Buda durante o período em que o templo estava abandonado. A religião é tão forte e significativa para os Tailandeses que você não deve dar as costas a Buda. Ao chegar em frente a cabeça do buda você deve, inclusive se ajoelhar. E tenha certeza, se você não se inclinar, o guarda que fica ao lado, lhe chamará a atenção.

Cabeça do Buda na Árvore
Cabeça do Buda na Árvore

Após o último templo, desse lugar incrível, retornamos de tuk tuk até a estação de trem e de lá pegamos trem de volta a Bangkok.

Que passeio, senhoras e senhores, que passeio.

Recomendamos a todos.
Reserve seu hotel na Tailândia usando a caixa de pesquisa abaixo e nos ajude a manter o blog:


Booking.com

 

Reserve um carro utilizando a caixa de pequisa abaixo

 

2 thoughts to “Bate e volta de Bangkok – A espetacular Ayutthaya, na Tailândia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *