img_2980.jpg

Bate e volta de Roma – Os incríveis jardins de Tivoli (Villa d’Este e Villa Adriana)

Se você estiver em Roma , não deixe de visitar Tivoli, localizado no Monti Tiburtini, a 40 Km de Roma. Um dos lugares mais incríveis da Itália e ainda não estupidamente lotado de turistas.

A cidade de Tivoli foi fundada em 1215 aC na província de Roma. Tivoli, além de ser conhecida por suas fontes de águas minerais, usadas desde os tempos antigos, é mais conhecida por seus dois locais declarados patrimônio mundial pela Unesco: a Villa Adriana e a Villa d’Este.

Villa d’Este

A Villa d’Este foi construída na década de 1550 pelo Cardeal Ippolito d’Este. Construído sobre um convento beneditino, o palácio foi projetado para entretenimento e contém salas de recepções luxuosas, decoradas com afrescos. A principal atração para os visitantes, no entanto, é o seu magnífico jardim. Projetado para impressionar os hóspedes do cardeal, os jardins do Villa d’Este são compostos quase exclusivamente de fontes, que deslumbram por onde quer que você olhe.

Vista do Palácio
Vista do Palácio

 

Afrescos do Palácio
Afrescos do Palácio

 

Foto do Jardim
Foto do Jardim

Abrangendo terraços, escadarias, caminhos e encostas, o jardim lembra os jardins suspensos da Babilônia. As 100 fontes ao longo de 100 metros de uma das encostas criam um efeito belíssimo.

As 100 fontes
As 100 fontes

A Fontana dell’Ovato  (Fonte Oval) é a fonte mais barroca da Villa, com seu efeito extraordinário produzido pelas rochas, pedras ornamentais e fluxos de água.

Fonte Oval
Fonte Oval

Ainda é possível aprecisar a Fontana dei Draghi (Fonte dos Dragões), que fica ao centro do parque. Segundo a lenda, esta fonte foi construída em uma única noite, em setembro de 1572, em homenagem ao Papa Gregório XIII, que estava hospedado na Villa.

Fonte dos Dragões
Fonte dos Dragões

A fonte Rometta ou a pequena Roma reproduz partes-chave alusivas à capital italiana, como a loba com os gêmeos e Roma simbolizada por uma estátua com armadura, capacete e lança. Infelizmente, a reprodução do arco do triunfo de Tito, de Sétimo Severo e de Constantino e a coluna de Trajano foram demolidas no século XIX.

Fonte Rometta
Fonte Rometta

Há ainda pequenas fontes de água mineral ao longo de todo o caminho. Uma boa opção para encher as suas garrafinhas de água.

Fontes de água mineral
Fontes de água mineral

Villa Adriana

Foi encomendado pelo  imperador Adriano como sua residência imperial. O imperador queria replicar os monumentos que o fascinaram em suas muitas viagens, especialmente na Grécia. Para aqueles com interesse em antiguidades, a Villa Adriana vale a visita. Na Villa pode-se contemplar lagos, fontes, bibliotecas, banhos, templos e jardins.

Villa Adriana. Fonte: blog.rome-accommodation.net
Villa Adriana. Fonte: blog.rome-accommodation.net

Castelo Rocca Pia 

O Castelo de Rocca Pia é um símbolo da cidade que fica a poucos metros da Piazza Garibaldi. O Papa Pio II construiu-o em 1461 no topo de uma colina para controlar a cidade do alto. A fortaleza tem uma estrutura quadrada com quatro torres redondas de diferentes alturas. No passado, Rocca Pia era acessada através de uma ponte levadiça, e a partir do século XIX começou a ser usada como uma prisão e assim foi usada até o ano de 1960. Hoje, infelizmente o Castelo está fechado ao público.

Castelo Rocca Pio ao fundo
Castelo Rocca Pia ao fundo

Como chegar

Ônibus

A viagem de ônibus entre Roma e Tivoli leva cerca de uma hora. O ônibus Cotral sai da estação Ponte Mammolo a cada dez minutos e os bilhetes custam 2 Euros (muito barato).

Para comprar o bilhete de ônibus na Estação Ponte Mammolo, você deve subir até o nível da rua e sair da estação. Existe uma banca de jornal logo na entrada, é só pedir ao jornaleiro o ticket de ônibus para Tivoli. Tudo muito tranquilo. Depois siga as sinalizações e vá até a saída dos ônibus. 1 hora depois, chegando em Tivoli, você irá descer na Piazza Garibaldi,  a 200 metros da Villa D’Este.

Caso você queira conhecer a Vila Adriana, pegue o ônibus local número 4 que faz a ligação entre os dois locais.

Trem

A Trenitalia, o serviço de trem italiano, faz viagens regulares da Estação Roma Termini para Tivoli. Esses várias vezes por hora, com o primeiro saindo às 5:35 da manhã e a última saindo às 22h. A viagem de trem leva entre 33 minutos a 1:17 minutos, dependendo do tipo de trem que você pegar (direto ou com paradas), mas o preço é o mesmo, cerca 3 euros.

Horários

Todos os dias das 8h30 às 19h45 (última entrada das 18h45).

Preço do Ingresso Villa d’Este

Full Ticket: desde Maio de 2018 – € 10,00

Reduced Ticket: desde Maio de 2018 – € 5,00 (apenas para cidadãos europeus entre 18 e 25 anos)

Entrada grátis:
– para crianças e adolescentes até 17 anos de idade
– pessoas com deficiência
– guia turístico com licença;
– aos estudantes de arquitectura, património cultural, ciências da educação e tópicos arqueológicos ou histórico-artísticos, apresentando a certidão do ano letivo em curso;
– aos jornalistas após a apresentação do seu cartão de imprensa;

 

Veja também:

Como reservar os bilhetes para a audiência com o Papa pela Internet ,

Roteiro no Vaticano – Audiência com o Papa, Museus e Basílica de São Pedro e

Como comprar os ingressos antecipados do Museu do Vaticano e furar fila

 

 

Aproveite e escolha seu hotel na Itália utilizando a caixa de pesquisa abaixo e nos ajude a manter o blog funcionando.



Booking.com

 

Reserve um carro utilizando a caixa de pequisa abaixo

 

 

One thought to “Bate e volta de Roma – Os incríveis jardins de Tivoli (Villa d’Este e Villa Adriana)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *