Palco da Audiência com o Papa

Roteiro no Vaticano – Audiência com o Papa, Museus e Basílica de São Pedro

Roteiro do dia

1. Audiência com o Papa Francisco
2. Museu do Vaticano e Capela Sistina
3. Basílica de São Pedro
4. Castelo de Sant’Angelo

Hospedados em Roma, no Hotel Urban Garden, longe do Vaticano, mas ao lado da estação de metrô, acordamos às 6 horas da manhã para nos preparar para a audiência com o Papa Francisco. A audiência acontece toda quarta-feira (com exceções) e começa as 10 horas da manhã, mas é recomendado chegar antes das 8 horas para pegar um bom local e conseguir ver o Papa de perto.

Como estávamos com o Roma Pass, escolhemos o trajeto que andava menos. Saímos da estação Rebibbia, descemos na estação Termini, e pegamos o ônibus 64 em direção ao Vaticano (descemos na parada Cavalleggeri/S. Pietro). A parada do ônibus é ao lado (50 metros) de umas das entradas da Praça de São Pedro. Todo o trajeto (metrô + ônibus) levou 50 minutos. Antes das 8 da manhã estávamos no Vaticano, e para nossa surpresa, já estava muito cheio.

Audiência com o Papa

Para você entrar na Praça de São Pedro nos dias de Audiência Papal, é necessário mostrar o bilhete/ticket para o dia (saiba como conseguir os bilhetes pela internet, clicando aqui) e passar por um esquema de segurança com máquinas de raio-x e detectores de metal. Por conta disso forma-se uma grande fila para entrar de fato na praça. Depois de passar pela segurança, chega a hora de escolher onde ficar. Na imagem abaixo, veja que há vários espaços separados. Mostramos com a linha rosa o percurso por onde o Papa-móvel percorre para saudar os fiéis antes da audiência, e com a seta verde, onde de fato ficamos.

mapa_audiencia_papa

O importante é ficar o mais próximo possível da cerca, para conseguir ver o Papa de pertinho quando ele passar. Então não interessa que você fique mais atrás da praça, desde que fique ao lado da cerca. O Papa passou duas vezes no local onde estávamos.

Dica: O Papa geralmente pede para parar o papa-móvel quando vê uma criança de colo. Ele pede para um dos guardas pegar a criança e trazer até ele, para que ele possa abençoá-la. Então a dica é, caso você não tenha uma criança de colo, ficar perto de alguém que tenha, pois a probabilidade do Papa ficar parado na sua frente é grande.

Benção do Papa Francisco em Criança de Colo
Benção do Papa Francisco em Criança de Colo

Há grandes painéis mostrando ao vivo a cerimônia, mas acredite que você saberá que o Papa está perto de você, todo mundo se levanta e se espreme na cerca. Afinal, não é todo dia que podemos estar tão perto do Papa Francisco, e todos querem tirar uma foto, selfie ou filmar o Papa o mais perto possível. Por isso, é tão importante a dica acima.

Passagem do Papa Francisco
Passagem do Papa Francisco

Depois que o Papa realiza seu passeio, ele sobe ao palco para início de fato da audiência. Lembrando que a audiência com o Papa não é uma missa, é um tempo reservado para que os peregrinos e visitantes ouçam uma palavra do Papa e recebam sua bênção na Praça de São Pedro ou no Salão de Paulo VI ( caso o clima não esteja bom). A palavra e as bênçãos são traduzidas em cerca de 10 idiomas, entre eles o português, por cardeais do mundo todo. Pelo sotaque, o cardeal que traduziu para português era carioca.

Palco da Audiência com o Papa
Palco da Audiência com o Papa

Ao final da audiência, o Papa dá sua bênção geral. Ele estende sua bênção para todos os nossos parentes que estão em casa e que não puderam estar lá naquele momento, principalmente os doentes. Ele ainda pede para pegarmos os objetos que levamos (terços, escapulários ou qualquer outro presente) para ser abençoado por ele. Então a dica é comprar os presentes para nossa família e amigos antes da audiência, para que possamos entregar uma lembrança abençoada pelo Papa.

Museu do Vaticano

Finalizada a cerimônia da audiência papal, a multidão começa a se dispersar. Como iríamos aproveitar o dia pra conhecer o Museu do Vaticano, a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro, fizemos um lanche no McDonalds, que fica a 100 metros dali, e esperamos o tempo do agendamento que fizemos pelo site do Museu do Vaticano (saiba como comprar o ingresso com agendamento de horário de forma antecipada e furar a fila, clicando aqui).

Furamos a fila, e que fila viu? Dizem que a fila para entrar no Museu do Vaticano é a maior de Roma. Com o ingresso impresso em mãos, passamos pela verificação de segurança, com máquina de raio-x e detector de metais, guardamos a mochila e guarda-chuva no guarda-volumes, trocamos o nosso voucher pelos ingressos oficiais e pegamos o mapa e o áudio-guia já configurado em português. Foi tudo tão rápido, que nem acreditamos.

Os Museus do Vaticano contêm obras-primas da pintura, escultura e outras obras de arte coletadas pelos papas através dos séculos. Os museus incluem várias obras monumentais de arte, como as Salas de Rafael, a Galeria Egípcia, a Galeria de Mapas, a Pinacoteca (com quadros de Rafael, Leonardo da Vinci e Caravaggio) e por último, como fechamento do passeio, a tão aguardada Capela Sistina.

As Salas de Rafael são quatro salas no Palácio do Vaticano, encomendados pelo Papa Júlio II ao famoso artista renascentista Rafael e seus alunos. A Sala de Constantino, que mostra uma parte da vida do Imperador Constantino; a Sala de Heliodoro, com temas políticos; a Sala da Segnatura, que transmitem os conceitos de verdade e beleza; e por último, a Sala do Fogo no Borgo, que mostram a história do Papa Leão III e Leão IV.

Teto das Salas de Rafael
Teto da Sala Heliodoro

Na Galeria Egípcia você pode encontrar algumas impressionantes esculturas egípcias adquiridas pelos papas ao longo dos anos, além de múmias e sarcófagos de aproximadamente 300 anos a.C.

Galeria Egípcia. Múmia e sarcófago.
Galeria Egípcia. Múmia e sarcófago.

A Galeria de Mapas, por sua vez, conta com 40 mapas enormes, seu projeto começou em 1580 e levou apenas 18 meses para ser concluído. A galeria com seus 120 metros de extensão é o caminho para a Capela Sistina. O teto da galeria é um espetáculo a parte, belíssimo.

Teto da Sala de Mapas do Museu
Teto da Galeria de Mapas do Museu

Após a Galeria de Mapas, você encontrará a Capela Sistina. Em 1503, o Papa Júlio II, convidou o artista Michelangelo para pintar a Capela. Apesar de Michelangelo ser um escultor e não um pintor, Michelangelo começou a trabalhar em seu famoso teto em 1508, depois de muita insistência do Papa. Ele trabalhou por quatro anos. Os painéis mais famosos são “A Criação de Adão” e “A Queda do Homem e a Expulsão do Paraíso”.

A capela é mais que uma obra de arte, é um lugar de atividade religiosa crucial. Desde 1492, a capela tem sido o local onde o Colégio dos Cardeais se reúne para eleger um novo papa.

Teto da Capela Sistina. No centro a "Criação de Adão"
Teto da Capela Sistina. No centro a “Criação de Adão”

Os Museus do Vaticano são realmente deslumbrantes, uma viagem no tempo. Ficamos surpresos e encantados com tudo que vimos no museu. Ao término da viagem avaliamos que, de longe, este foi o museu mais completo e surpreendente. Você de fato se emociona e consegue se transportar para cada espaço e época da história da humanidade.

Basílica de São Pedro

Depois de ter furado a fila do Museu, não pudemos escapar da espera para entrar na Basílica. Como a entrada é gratuita, dificilmente você a verá sem filas. Mas o acesso é relativamente rápida e em menos de 1 hora estávamos entrando na gigantesca e espetacular Basílica de São Pedro.

Dica: Calcule seu roteiro levando em consideração as filas das atrações turísticas. Geralmente se esquece disso na hora do planejamento. 

A Basílica de São Pedro é um dos mais sagrados santuários católicos do mundo, visitado por milhares de peregrinos e turistas todos os meses. Construída sobre o túmulo de São Pedro, um dos 12 apóstolos e o primeiro Papa da igreja católica, a Basílica é visita obrigatória para os visitantes de Roma.

O imperador Constantino decidiu construir a Basílica na suposta localização do túmulo de São Pedro. A construção começou em 319 d.C. e foi concluída por volta de 349 d.C. A basílica original durou mais de 1.000 anos, mas devido ao tempo e a deterioração, o Papa Júlio II (que também encomendou a pintura do teto da Capela Sistina) decidiu que ela teria que ser demolida e reconstruída.

A nova basílica demorou 120 anos para ser concluída e grandes arquitetos, como Bramante, Rafael e Michelangelo, fizeram parte do seu projeto. A Basílica ficou pronta em 1626, e foi consagrada pelo Papa Urbano VIII.

Interior da Basílica de São Pedro.
Interior da Basílica de São Pedro.

91 papas estão enterrados na Basília e a necrópole do Vaticano abriga o túmulo de São Pedro.

Lista dos Papas sepultados na Basílica
Lista dos Papas sepultados na Basílica

Uma das obras mais famosas do mundo, a Pietá, de Michelangelo, que foi o único trabalho que ele assinou, está exposta na Basílica de São Pedro e é protegida por um vidro à prova de balas.

Escultura Pietá, de Michelangelo
Escultura Pietá, de Michelangelo

Na Basílica, está situada uma estátua de bronze, criada em 1300 por Arnalfo di Cambio, com São Pedro sentado em um trono. Há uma tradição dos peregrinos que tocam e beijam os pés da estátua, realizando pedidos e agradecimentos. Isso fez com que os pés da estátua ficassem bem desgastados ao longo dos anos.

Estátua de São Pedro
Estátua de São Pedro

A Guarda Suíça, o menor exército do mundo, foi formada em 1506 e ainda existe para proteger o Papa, o Vaticano e a Basílica de São Pedro.

Guarda Suiça em umas das portas da Basílica de São Pedro
Guarda Suiça em umas das portas da Basílica de São Pedro

Horários e Preços do Museu

De Abril a setembro a Basílica é aberta para visitação das 7:00 às 17:00, e de Outubro a Março das 07:00 às 18:00hs. A entrada é gratuita.

Há ainda a possibilidade de visitar a cúpula, por 8 euros e a necrópole por 13 euros.

Castelo de Sant’Angelo

O Imperador Adriano encomendou Castelo de Sant’Angelo, nas margens do rio Tibre, como um mausoléu para sua família. Construído no primeiro século entre 123 e 139 d.C. As cinzas de Adriano foram colocadas na tumba após sua morte em 138. O túmulo foi convertido em uma fortaleza militar, e características arquitetônicas foram continuamente adicionadas para melhorar a fortificação ao longo dos séculos. O Papa Nicolau III ligou a fortaleza à Basílica de São Pedro com uma passagem secreta, chamada Passetto di Borgo, que serviria como uma rota de fuga para os papas se eles enfrentassem algum perigo.

Castelo de Sant'Angelo
Castelo de Sant’Angelo

Veja também:

Como reservar os bilhetes para a audiência com o Papa pela Internet ,

Como comprar os ingressos antecipados do Museu do Vaticano e furar fila e

Bate e volta de Roma: os incríveis jardins de Tivoli

 

Aproveite e escolha seu hotel na Itália utilizando a caixa de pesquisa abaixo e nos ajude a manter o blog funcionando.



Booking.com

 

Reserve um carro utilizando a caixa de pequisa abaixo

 

 

3 thoughts to “Roteiro no Vaticano – Audiência com o Papa, Museus e Basílica de São Pedro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *